O que é, quem deve fazê-lo e porque é importante
11 de maio de 2018
Qual a importância da educação continuada?
30 de maio de 2018
Exibir tudo

Se você está buscando uma alternativa para um curso de graduação presencial, pode se deparar com duas modalidades principais na área de educação a distância: cursos EAD e semipresenciais, ou híbridos. O que significam todos esses títulos?

 

De forma resumida, as principais definições são:

 

– Semipresenciais: são cursos que não são totalmente presenciais nem totalmente a distância. Podem surgir a partir de cursos de graduação presenciais que oferecem uma carga horária a distância. Podem ser também cursos na modalidade a distância com muitas atividades presenciais.

 

– Cursos a distância (EAD): são cursos em que a maior parte das atividades se dá nos ambientes virtuais de aprendizagem. Na graduação, os encontros presenciais obrigatórios podem ser mensais ou semestrais.
Vamos conhecer mais a fundo essas modalidades, suas características e diferenças. Assim você pode escolher qual metodologia será mais adequada para sua formação!

 

Semipresenciais que têm origem em cursos presenciais

 

Um curso pode ser considerado semipresencial quando oferece até 20% da carga horária total para atividades a distância. Esta modalidade é autorizada pelo Ministério da Educação desde 2004. São também conhecidos como híbridos ou blended (misturado).

 

Veja as principais características:

 

– Os cursos de origem são da modalidade presencial.
– Nem todas as disciplinas da graduação são oferecidas na modalidade semipresencial.
– Dependendo do projeto pedagógico, o conteúdo do curso é ensinado através do ambiente virtual de aprendizagem e também durante encontros presenciais.
– Os encontros presenciais ocorrem na própria instituição.
– Cada instituição define quantos encontros presenciais ocorrerão.
– As avaliações finais são feitas obrigatoriamente nos encontros presenciais.
– É ideal para quem quer fazer uma graduação presencial, mas ao mesmo tempo busca flexibilidade em seus estudos.

 

Semipresenciais da modalidade EAD

 

Confira as características deste modelo:

 

– Os cursos de origem são da modalidade a distância.
– Todas as disciplinas ocorrem a distância, mas a frequência dos encontros presenciais é maior do que na modalidade EAD tradicional. Algumas instituições estabelecem aulas presenciais uma vez por semana, outras até duas vezes por semana.
– Os encontros presenciais ocorrem nos polos de apoio, que contam com salas de aula, laboratórios e toda a infraestrutura necessária para a graduação.
– Em alguns cursos, os professores vão até os estúdios da universidade e transmitem as aulas ao vivo, via satélite ou teleconferência. Nos polos de apoio, os alunos podem interagir com o professor.
– Nos outros dias da semana, o aluno estuda pelo ambiente virtual de aprendizagem.
– Esta modalidade é indicada para os estudantes que buscam a flexibilidade da educação a distância e ao mesmo tempo querem manter contato mais frequente com seus colegas e tutores.
– Comparando com os cursos a distância, nos cursos semipresenciais derivados de cursos EAD os alunos têm que ir mais vezes ao polo de apoio. Por isso devem planejar o investimento de tempo e dinheiro com os deslocamentos.

 

Cursos EAD

 

Nos cursos da modalidade Educação a Distância, o aluno vai realizar a maior parte das atividades no Ambiente Virtual de Aprendizagem.

 

Confira como funciona:

 

– Os cursos são da modalidade a distância, ou seja, a maioria das disciplinas está baseada no ambiente virtual de aprendizagem, com apoio de tutores e encontros presenciais.
– Em alguns cursos, os professores transmitem as aulas ao vivo, que podem ser acompanhadas pela internet.
– Em outros modelos, os professores publicam previamente suas aulas gravadas.
– Os encontros presenciais são menos frequentes do que na modalidade semipresencial, mas obrigatórios.

– Dependendo da universidade, podem acontecer uma vez por mês, três vezes por semestre, etc.

– É indicada para quem não tem disponibilidade para ir frequentemente ao polo de apoio, mas é disciplinado o bastante para realizar todas as atividades que fazem parte do plano de estudo.

 

Semipresenciais e EAD: diferenças e semelhanças

 

De forma resumida, as principais diferenças entre os cursos semipresenciais e os cursos EAD são:

 

– Existem cursos semipresenciais ligados à graduação presencial, que oferecem até 20% da carga horária em atividades a distância.
– Existem cursos a distância que oferecem atividades semanais nos polos de apoio. Este formato também é denominado semipresencial pelas instituições. Não existe limite de 20% de carga horária, já que a modalidade é a distância.
– Nos cursos EAD, a maioria das atividades ocorre via internet. Os encontros são menos frequentes, mas também obrigatórios.
– Em cursos semipresenciais EAD, as aulas podem ser transmitidas ao vivo para estudantes em todo o Brasil. Nos demais, os materiais didáticos já estão disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem.

 

Quanto às semelhanças, veja os pontos que os cursos semipresenciais e a distância têm em comum:

 

São cursos que se beneficiam das tecnologias de comunicação para manter o contato entre alunos, professores e tutores. Ou seja, eles podem até estar separados geograficamente, mas estão conectados boa parte do tempo.
Nos ambientes virtuais de aprendizagem o aluno tem acesso ao programa do curso, materiais didáticos, aulas gravadas e ferramentas de comunicação.
O aluno conta com uma equipe de tutores para acompanhar sua aprendizagem, corrigir atividades e tirar dúvidas sobre os conteúdos.
As duas modalidades exigem que o aluno tenha disciplina e organize seu tempo para cumprir leituras de apoio e entregar as atividades nos prazos combinados.
As avaliações finais ocorrem obrigatoriamente nos encontros presenciais.
Os diplomas de cursos de graduação semipresencial e EAD têm o mesmo valor de uma graduação presencial, desde que o curso seja reconhecido pelo Ministério da Educação.

Em resumo, todas as modalidades tiram proveito das vantagens da educação a distância: flexibilidade, economia com deslocamentos, possibilidade de ter acesso a uma formação e também de passar mais tempo com a família.

 

Fonte: https://www.ead.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *