Qual a importância da educação à distância na atualidade

O que faz um técnico em TTI?
15 de junho de 2018
Entenda como a adoção de uma gestão pedagógica cada vez mais eficiente pode garantir melhores resultados
25 de julho de 2018
Exibir tudo

A modalidade de educação a distância existe desde o século 19, na época com cursos por correspondência para o ensino de idiomas. De lá prá cá muita coisa mudou. O rádio e a TV tornaram-se aliados desse tipo de ensino e mais atualmente a internet se tornou um  dos recursos mais importantes e utilizados nessa metodologia.

 

O que regulamenta o sistema de ensino à distância é o artigo 80 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Ele esclarece o seguinte:

 

‘’Art. 1º. Para os fins deste Decreto, considera-se educação a distância a modalidade educacional que busca superar limitações de espaço e tempo com a aplicação pedagógica de meios e tecnologias da informação e da comunicação e que, sem excluir atividades presenciais, organiza-se segundo metodologia, gestão e avaliação peculiares.’’

 

O post de hoje explica a importância da educação à distância na atualidade, mostrando caminhos e possibilidades para esse modelo e as vantagens para toda a sociedade, pensando nos mais diversos fatores.

 

Educação e qualificação de adultos

A educação presencial infelizmente ainda é muito associada à imagem de crianças, adolescentes e jovens em idade universitária. As responsabilidades da vida adulta como filhos, cuidados com a casa e trabalho podem ser obstáculos para quem deseja estudar em idade mais madura. Adultos geralmente possuem menos tempo disponível para dedicar à educação.

 

Essas pessoas na maioria das vezes teriam mais dificuldade de optar por cursos presenciais e por uma rotina de estudo que não proporcione a flexibilidade que só a modalidade à distância permite. Os alunos conseguem adequar melhor o aprendizado às suas necessidades e realidade, podendo acessar os materiais de qualquer lugar.

 

A EAD facilita o acesso ao ensino de qualidade e a capacitação profissional de diversas formas para todas as pessoas que se interessarem, mas em especial para adultos. Seja minimizando gastos com transporte, seja economizando tempo com a locomoção, esse tipo de ensino se mostra o mais prático.

 

Descentralização do ensino

As instituições de ensino tendem a se concentrar em cidades de médio ou grande porte. Elas se encontram em grande quantidade principalmente nas regiões sul e sudeste do Brasil.

 

Com a internet cada vez mais presente e disseminada pelo país, o ensino a distância é facilitado. Comunidades indígenas e quilombolas, por exemplo, que geralmente são mais afastadas, passam a ter mais oportunidades de acessar os mais diversos tipos de curso.

 

A EAD é capaz de descentralizar polos de educação através da tecnologia dissolvendo barreiras como a dificuldade de deslocamento e distâncias geográficas. A modalidade facilita que pessoas de localizações remotas possam ter acesso à cursos que normalmente só poderiam fazer se tivessem a disponibilidade de se mudar, o que não condiz com a realidade de grande parte da população brasileira.

 

Inovação e multimídia

O ensino e conhecimento pode ser difundido através das mais diversas mídias. Material impresso, rádio, TV, computador, powerpoints, gráficos, fotos, vídeo-aulas, games, etc. Esses são apenas alguns exemplos das diversas formas que o conteúdo pode ser transmitido.

 

Mesmo com a distância, alunos, tutores e professores são capazes de interagir entre si. Discussões positivas  sobre os assuntos tratados nas aulas e em outros materiais podem ser monitoradas e incentivadas em fóruns, por exemplo.

 

A metodologia variada e sempre inovadora aliada à tecnologias educacioanais permite que o aluno possa estudar e absorver o conhecimento da maneira que se sinta mais confortável e que mais se adeque ao seu perfil.

 

Economia

Mesmo com a crise que o país vem enfrentando nos últimos anos, o segmento de EAD continua mostrando um crescimento considerável. É o mercado que mais cresce no Brasil.

 

Os números apontam que o número de matrículas em cursos a distância de graduação, por exemplo, aumentou de quase 50 mil alunos inscritos em 2003 para mais de 1,3 milhão no último ano. Dessa forma pode-se dizer que a educação à distância é um dos responsáveis por movimentar e aquecer a economia, sendo uma ótima oportunidade de negócio para se investir.

 

Democratização do ensino

A democratização do ensino está sendo possível, em grande parte, graças ao ensino à distância. Vários estudos apontam que os recursos utilizados na aprendizagem on-line, por exemplo, podem ser mais eficientes  do que os oferecidos pelo ensino tradicional presencial.

 

Em entrevista recente ao site TIC Educação, Carlos Alberto Chiarelli, ex-ministro da Educação e presidente da Associação da Cadeia Produtiva de Educação a Distância, defende o papel da EAD para o desenvolvimento social:

 

“Não estou a dizer que um determinado tipo de aprendizado é melhor que o outro.  O que defendo é a eficácia do Ensino a Distância e o seu alcance. Pais e professores podem utilizar a EAD como uma ferramenta de apoio à aprendizagem, fazendo uma mescla de aulas presenciais e virtuais. Outro ponto: quem não pode cursar uma universidade, seja pelo ônus financeiro, disponibilidade física ou distância, pode contar com a EAD para avançar nos estudos e ter, além dos materiais, interação de professores presentes nos pólos e ferramentas, como a internet, para auxiliar nos estudos.”

 

O caráter inclusivo da modalidade é inegável, já que ela proporciona a oportunidade de estudo a diversos grupos sociais menos favorecidos, como já citamos neste post, sem discriminação social, de raça, gênero, idade, etc.

 

Esperamos que esse post tenha sido bastante esclarecedor sobre essa modalidade de ensino e a importância da educação à distância na atualidade.

Fonte: http://www.classcontrol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *