Técnico em Edificações: a profissão que ajuda a construir o futuro

A importância da leitura e da produção textual na construção de sujeitos críticos
10 de janeiro de 2019
Saiba como se certificar da qualidade de um curso de graduação a distância
25 de janeiro de 2019

Por trás da paisagem urbana está um segmento que é considerado o “termômetro” da economia no Brasil: a construção civil. Entre o cimento e a última pincelada de qualquer obra está o cuidadoso trabalho do Técnico em Edificações, com oportunidades que crescem na mesma proporção que o nosso país. Segundo o Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem (Senai), o setor ocupa o topo da lista das 13 áreas de formação profissional com maior demanda nos próximos anos. Será preciso qualificar pessoas para mais de três milhões de postos de trabalho.

Isso porque a área de atuação é bastante abrangente, como explica Francismara Martins Gawlik, tutora do curso técnico semipresencial em Edificações do Senai no Paraná. “A profissão vai além da execução e acompanhamento de obras. O Técnico em Edificações prepara-se para atuar em diversas áreas da indústria, como laboratórios de controle de qualidade e comercialização de materiais para a construção civil”, detalha.

Para formar estes profissionais, o Senai está com vagas abertas para o curso técnico semipresencial em Edificações. Funciona assim: 80% dos conteúdos são estudados pela internet e 20% em aulas presenciais, realizadas a cada 15 dias. Uma atividade complementa a outra, segundo a tutora: “na parte teórica os alunos aprendem toda a base relacionada ao setor de construção. São disciplinas de redação técnica, desenho, leitura e compreensão de projetos, topografia, qualidade de materiais, entre outros”.

Técnico em Edificações: profissão cheia de oportunidades

Elaboração e análise de projetos de construção, acompanhamento e execução de obras de hidráulica e elétrica, estudos topográficos: estas são as fases de uma obra que contam com o trabalho do técnico em Edificações. A tutora do curso semipresencial do Senai, Francismara Gawlik, conta que pela legislação, estes profissionais podem executar construções de até 80 m2.

Acima disso, o trabalho é feito em parceria com profissionais projetistas de outras áreas. Embora a profissão esteja relacionada com o canteiro de obras, quem se forma como técnico em Edificações tem inúmeros campos de trabalho. “Há uma grande demanda das indústrias que fabricam insumos para a construção civil, especialmente na área de análise de materiais e controle de qualidade”, explica Francismara.

Capacidade analítica e afinidade com matemática são duas características essenciais para quem busca esta formação, aponta a tutora: “o dia a dia envolve muitos cálculos, inclusive para a parte de orçamento de obras e custos de materiais. Também é necessário ter conhecimentos aprofundados em segurança e saúde no trabalho, pois são indispensáveis neste segmento. Tudo isso é contemplado no curso técnico semipresencial do Senai”.

Entrar em um mercado de trabalho tão abrangente está mais fácil, entre em contato com a equipe do Instituto Metta.

Fonte: https://g1.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *